Ematerce
9fev/120

Reforma da sede da Ematerce

Foi iniciada, na segunda quinzena de janeiro de 2012, a reforma do prédio-sede  da Ematerce, localizado na avenida Bezerra de Menezes, 1900, dentro da área da Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Ceará - SDA. No momento, a sede-provisória da Ematerce funciona na rua Pereira Filgueiras, 825 (Centro), entre as ruas Nogueira Acioly e Gonçalves Ledo, nas proximidades da Casa do Estudante.

Com a reforma, a sede do escritório central da empresa terá três andares, um mais do que a anteriorl. Consta do projeto a instalação de um elevador, o que facilitará a locomoção dos empregados e visitantes, além de moderno auditório, amplas salas de trabalho, uma cantina, sanitários nos três pavimentos e área de estacionamento para os veículos oficiais e dos servidores. A conclusão da obra está prevista para o final do ano em curso, ou no mais tardar até final de março de 2013.

O valor da reforma, de acordo com o processo licitatório, ultrapassa a importância de R$ 1.ooo.000,00 (Hum milhão de reais), verba assegurada pelo Governo do Estado. Outra vinculada da SDA, cuja sede passa, também, por reforma é o Instituto de Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace). Numa fase posterior, o prédio da SDA será reformado em algumas de suas dependências.

Assessor de Comunicação e Ouvidor

Jornalista Antonio José de Oliveira - antonio.jose@ematerce.ce.gov.br

Fone 85.3217.7872

8fev/120

2011: ano das florestas

As florestas constituem o lar de 300 milhões de pessoas.

As florestas ocupam 31% do solo da Terra.

1,6 bilhão de pessoas dependem das florestas para subsistir.

As florestas abrigam 80% da biodiversidade terrestre do planeta.

Cerca de 240 milhões dos pobres do planeta que vivem

em áreas florestais de países em desenvolvimento dependem

das florestas para sua subsistência. A floresta e seus

produtos proporcionam renda, empregos e bens de consumo

para tais famílias.

Os recursos florestais garantem emprego formal e informal

a um contingente estimado de 40-60 milhões de indivíduos.

Em alguns países em desenvolvimento, o setor

contribui com mais de 8% do PIB.

A madeira pode ser o produto florestal mais importante,

mas as florestas também são fornecedoras de frutas, ervas

e mel, bem como de caça.

Menos visíveis mas não menos importantes são os ecossistemas

florestais, que fornecem serviços como o ciclo hidrológico.

No entanto, a cobertura florestal global diminuiu em

pelo menos 20% desde os tempos pré-agrícolas.

Enquanto a área de floresta aumentou ligeiramente

nos últimos 30 anos nos países industrializados, no

mesmo período ela diminuiu em quase 10% nos países

em desenvolvimento.

Segundo a Organização Mundial de Agricultura e Alimento,

o desmatamento é responsável por 25% das emissões

de gases de efeito de estufa (GEE), cuja redução é

de alta prioridade na agenda global. O mapa é parte

de um conjunto que apresenta diferentes recursos naturais

com foco nos países em desenvolvimento e no uso

dos recursos naturais para o crescimento econômico e a

redução da pobreza.

Ao nominar 2011 Ano Internacional das Florestas, a ONU agiu mais do

que acertadamente ao chamar a atenção da governança global e da sociedade

civil para a mais grave das crises: a perda avassaladora dos recursos

florestais e dos “serviços ecossistêmicos”, que garantem a sobrevivência

da biodiversidade. Tão distanciados da natureza estamos que esquecemos

um fato básico: não somos donos, mas hóspedes da Terra. E

mais: que nossa casa cósmica saberá muito bem viver sem nós, uma vez

que não depende de nossa presença para existir.

OBS. EXCERTOS DA REVISTA CIDADANIA & MEIO AMBIENTE

7fev/120

Inauguração de escritórios da Ematerce

A Ematerce prossegue, no dia 11 de fevereiro de 2012,  com a inauguração de escritórios no interior do Estado. Os próximos serão nas cidades de Ibaretama, Ibicuitinga, Choró e Piquet Carneiro. As solenidades contam com as presenças de prefeitos, deputados, vereadores, secretário estadual do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Nelson Martins, secretários de agricultura, lideranças políticas, representantes de sindicatos patronal e de trabalhadores rurais, associações comunitárias, cooperativas, afora agricultores(as) familiares, extensionistas e a diretoria executiva da Ematerce, representanda por seu presidente,  Engº Agrº José Maria Pimenta Lima.

Com o funcionamento de novos escritórios, a empresa aumenta a abrangência do Serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural no Estado do Ceará. Para o presidente da empresa, Engº Agrº José Maria Pimenta, uma das metas de sua gestão é universalizar esse serviço público estadual a todos os agricultores familiares, residentes nos 184 municípios cearenses. A presença da Ematerce, nos municípios, contribui para o aumento da produção e produtividade das lavouras e da pecuária, sem falar do aumento da renda dos produtores rurais, mediante a comercialização de seus produtos com a orientação dos extensionistas, para que não os  vendam aos atravessadores.

Assessor de Comunicação e Ouvidor

Jornalista Antonio José de Oliveira - antonio.jose@ematerce.ce.gov.br

Fone 85.3217.7872

7fev/120

Reunião com Assessores de Comunicação e de Imprensa

A Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado reunirá, na próxima segunda-feira, 13, no Palácio da Abolição, os Assessores de Comunicação e de Imprensa das secretarias estaduais, suas vinculadas e autarquias. Na pauta, apresentação de projetos sobre mídias sociais.

9set/110

Processo seletivo para concessão de Bolsas Ematerce/FUNCAP

A Ematerce, torna público o lançamento do presente Edital para convocar os candidatos , com lotação definida por município, com base no solicitado e pontuação obtida pelo candidato. Veja a lista dos candidatos no site da Ematerce: www.ematerce.ce.gov.br

9set/110

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 006/2011

Ematerce convoca os candidatos aprovados na seleção para Agente Rural/2011, com o objetivo de preencher as vagas existentes nos municípios. Veja o resultado no site da Ematerce: www.ematerce.ce.gov.br

9set/110

Ematerce vence maior número de Chamadas Públicas de Ater

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) foi vencedora, em todo o Nordeste, do maior número (quatro) de Chamadas Públicas de Assistência Técnica e Extensão Rural, nº 02/2011, abertas pela Secretaria da Agricultura Familiar (SAF) e pelo Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural (Dater), vinculados ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Segundo o presidente da Ematerce, Engº Agrº José Maria Pimenta Lima, a empresa, com essa conquista, prestará assistência técnica agropecuária e gerencial às famílias rurais, que se encontram em situação de pobreza extrema, nos seguintes territórios do Estado do Ceará: Lote 2 Território Cariri; Lote 3 Território Cariri; Lote 4 Território dos Inhamuns Crateús/CE; Lote 5 Território de Inhamuns Crateús/CE. Ressalte-se que, das empresas concorrentes, no Nordeste, a Ematerce foi a que teve maior número de chamadas públicas de Ater aprovadas pela SAF/Dater/MDA.

Acrescentou Pimenta que esta vitória deve-se ao empenho dos demais dirigentes e servidores da Ematerce, em especial. o quadro técnico, por elaborarem propostas/projetos impactantes, para o setor agrícola, dos territórios supracitados, visando erradicar a miséria e a pobreza extrema das famílias não-assistidas pela Extensão Rural no Ceará. "Trabalhando, com competência, profissionalismo, transparência e dentro de princípios éticos, a Ematerce torna-se, a cada dia, mais fortalecida e reconhecida pela sociedade, como uma empresa pública estadual, que sabe onde quer chegar, ou seja, ajudar a melhorar as condições de vida do homem do campo", enfatiza.

9set/110

Ematerce recebe visita do ex-secretário Alfredo Lopes Neto

O presidente da Ematerce, Engº Agrº José Maria Pimenta, acompanhado do assistente da presidência, Engº Agrº Itamar Teixeira, recebeu, pela manhã desta quinta-feira, 8/09, a visita do ex-secretário de agricultura do Ceará, no Governo Gonzaga Mota, período de 1983 a 1987, Alfredo Lopes Neto. Atualmente, ele é consultor do presidente da Assembléia Legislativa do Ceará, Roberto Cláudio. Em sua gestão, Lopes contribuiu para incrementar as atividades agropecuárias, no interior do Estado, sem falar do seu apoio ao órgão oficial de assistência técnica e extensão rural do Ceará - Ematerce.

O ex-titular daquela pasta, (lado esquerdo da foto) fez várias indagações ao presidente da Ematerce, todas referentes à situação do setor agropecuário, principalmente a agricultura irrigada, e sobre a atual execução das políticas públicas, de acordo com as diretrizes emanadas dos governos federal, estadual e municipal, relativas aos programas e projetos, voltados para erradicar a miséria e a pobreza no campo.

No final, Alfredo Lopes agradeceu a ótima acolhida, elogiou a atuação da Ematerce e colocou-se à disposição dos ematercianos, na Assembléia Legislativa, para o que estivesse a seu alcance. O dirigente da Ematerce disse sentir-se honrado com a visita de Alfredo Lopes, um dos secretários, de eficiência comprovada, e que muito fez pelo desenvolvimento rural sustentável na sua administração.

9set/110

Banco do Brasil e Ematerce firmam convênio

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) assinou, nesta terça-feira, 6/09, no gabinete do secretário Nelson Martins, da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), um Protocolo de Intenções com o Banco do Brasil, cuja finalidade é financiar projetos de custeio aos agricultores familiares, por intermédio do Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), referente à safra de 2011-2012, preferencialmente com uso dos aplicativos CMR (Cadastro Massificado Rural) e CFC (Canal Facilitador do Crédito. A Ematerce deverá conduzir a contratação de R$ 30 milhões (trinta milhões) em operações até 31 de dezembro de 2011.

Com a assinatura desse protocolo, a Ematerce compromete-se a prestar assistência técnica aos agricultores atendidos, mediante a emissão de três laudos por produtor/operação. De acordo com o documento, esses laudos devem conter, no mínimo, informações sobre o estágio da execução das obras e serviços, recomendações técnicas, prestadas ao produtor rural, previsão da produção e eventuais irregularidades, verificadas por ocasião da visita.

Acrescente-se serem admitidas também a assistência técnica grupal em crédito rural, contratado com pequenos produtores, e a emissão dos referidos laudos de forma grupal, desde que os agricultores apresentem características comuns, em termos de tamanho médio das explorações, culturas ou criações, nível de tecnologia, renda e perda da produção e sejam em número máximo de 20, atendidas em uma mesma dependência do banco.

Na oportunidade, o secretário do Desenvolvimento Agrário (SDA), Nelson Martins, disse sentir-se honrado com a parceria do Banco do Brasil, no Estado do Ceará, na pessoa do superintendente Luís Carlos Moscardi, pois possibilita aos agricultores familiares disporem de recursos financeiros, para executarem os projetos de custeio agrícola, significando mais produção nas fazendas dos agricultores contemplados com esse benefício.

O presidente da Ematerce, José Maria Pimenta, acompanhado dos diretores técnico e administrativo-financeiro, respectivamente Walmir Magalhães e Maximiliano Pedrosa, declarou ser uma honra e mais um desafio para a Ematerce contar com o apoio e ajuda financeira do Banco do Brasil, que passa,agora, a financiar projetos de custeio agrícola, bem diferente da situação anterior, quando financiava somente projetos de investimento. Comentou, ainda, a responsabilidade de a Ematerce trabalhar com um agente financeiro, do porte do Banco do Brasil, parceiro, há anos, do Serviço de Extensão Rural do Ceará.

O diretor técnico da Ematerce, Walmir Severo Magalhães, fez algumas considerações a respeito da atuação da empresa, em todo o território cearense, que vem buscando o aperfeiçoamento da assistência agropecuária e gerencial aos agricultores(as) familiares, orientando-os(as), desde a escolha do solo até a comercialização dos produtos agropecuários. Disse mais que a Ematerce está capacitando seus técnicos e os agricultores atendidos, para que haja melhor desempenho e rentabilidade nas atividades agrícolas, exploradas de maneira racional.

Com a palavra, o superintendente Estadual do Banco do Brasil, Luis Carlos Moscardi, acompanhado do gerente do Agronegócio, Paulo Sucupira, teceu elogios à atuação da Ematerce, destacando que, uma vez conhecedora das atividades agropecuárias, é a empresa ideal, para que o BB mantenha parcerias e ambos trabalhem em prol do desenvolvimento rural sustentável, ajudando-se, assim, a incrementar o setor primário da economia cearense. “Na nossa gestão, vamos inovar as ações, executadas, no campo, financiando e acompanhando os projetos agrícolas, contratados e elaborados pela Ematerce, empresa governamental que sabe trabalhar com o homem do campo”, enfatizou.

9set/110

EMATERCE VIVE MOMENTOS DE SATISFAÇÃO COM APOIO DO GOVERNADOR CID GOMES

O vice-governador Domingos Aguiar Filho, representando o governador Cid Ferreira Gomes, entregou, ontem, 1º de setembro, à Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) 94 carros, 100 motos, 475 computadores e 206 estações de trabalho (birôs) com cadeira, na abertura da IV Feira Cearense da Agricultura Familiar, no Parque de Exposição César Cals.

Compareceram ao evento, o secretário do Desenvolvimento Agrário (SDA), Nelson Martins, o secretário adjunto Antonio Amorim, o presidente da Ematerce, José Maria Pimenta Lima, além de gerentes estaduais, regionais, locais e servidores da empresa, representantes de órgaos públicos e privados, deputados estaduais e secretários estaduais, prefeitos e vereadores de vários municípios, agricultores familiares, presidentes de sindicatos e associações e representantes de organizações públicas das esferas federal, estadual e municipal. Representando o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Jerônimo Rodrigues de Souza.

Na oportunidade, foi anunciada a contratação de 341 técnicos em agropecuária, de nível médio e superior, como bolsistas pela Fundação do Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico do Ceará (Funcap), além da abertura de 63 escritórios da Ematerce e a ampliação de 39 unidades administrativas, em 102 municípios, com investimento da ordem de R$ 4.000.000,00, (quatro milhões de reais), destinados à Ematerce, por meio de uma parceria com o Governo Federal, dando grande apoio aos que trabalham no campo.

Ao discursar o vice-governador Domingos Filho disse do importante e necessário apoio que o governador Cid Gomes vem dando ao setor agropecuário do Estado, buscando a melhoria das condições de vida do homem do campo. Destacou, ainda, a atuação da Ematerce e o seu fortalecimento com a ajuda financeira e de equipamentos de trabalho (carros, motos, computadores e estações de trabalho, ampliação dos escritórios (63), em diversos municípios, o que contribuirão para aumentar a abrangência da assistência técnica e extensão rural no Ceará.

Elogiou, ainda, Domingos Filho, a realização da IV Feira da Agricultura Familiar, na Parque de Explosição, cujos produtos estavam expostos para a comercialização e, sorrindo disse que, mesmo tendo feito redução de estômago, voltaria à feira, para comer deliciosas tapioca e rapadura. Agradeceu a presença das autoridades, dos extensionistas e dos agricultores e desculpou-se por sair, antes do término da solenidade, por ter de ir a outro compromisso.

Em sua fala, o presidente da Ematerce, José Maria Pimenta, afirmou que, há 20 anos, não se via tantas mudanças no mundo, como um negro ser presidente da maior nação do universo, os Estados Unidos; o Brasil eleger uma mulher para presidente da República; um operário ser presidente do Brasil por oito anos consecutivos (Lula); e o setor agropecuário do Estado receber muitas benfeitorias. Pimenta, aproveitando a presença do vice-governador, solicitou-lhe que falasse com o governador Cid Gomes, para abrir concurso público, com vistas à contratação de técnicos de nível superior, para seu quadro de efetivos, pois "os de cabelos brancos" repassariam aos novos contratados o "Know- How", na lígua Inglesa, com o mesmo significado, em francês, "Savoir Faire", de longos anos de experiências na Extensão Rural. "Concurso Público é importante e indispensável para a admissão efetiva de servidores novos", enfatizou.

Em seguida, frisou: "Hoje, neste ambiente festivo, temos uma prova inconteste apoio e ajuda financeira do governador Cid Gomes à Ematerce e aos agricultores familiares do Estado, que contribuirão para aumentar a produção e a produtividade, no setor agrícola, nos 184 municípios, atendidos pelo Serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce).

Entusiasmado e sensibilizado pelo apoio do Governo do Estado, disse que o fortalecimento da Ematerce deve-se, também, ao empenho do secretário Nelson Martins, por sinal, um colega de profissão, conhecedor dos problemas rurais e que não mede esforços, para auxiliar no combate à fome e à miséria, no campo, buscando, por intermédio de sua pasta e das vinculadas, proporcionar melhores condições de vida, no meio rural, especificamente no setor agropecuário.

Por último, o dirigente da Ematerce acrescentou:“Neste Governo, somente temos elogios a fazer, pois é notório o fortalecimento da Ematerce, graças ao indispensável apoio do governador Cid Gomes e do secretário Nelson Martins, sem falar das parcerias com os Ministérios do Desenvolvimento Agrário( MDA), da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa), prefeituras municipais e de outras organizações públicas e privadas. Em nome dos dirigentes e servidores, os sinceros agradecimentos e o reconhecimento pelo muito que vêm fazendo pela empresa e pelos agricultores familiares”, enfatizou Pimenta.

Com a palavra, o representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Jerônimo Rodrigues de Souza, declarou sentir-se honrado em ter vindo a Fortaleza, como representante do Ministro do MDA, Afonso Florence, parabenizou dirigentes e extensionistas e, em especial, o Governo do Estado, pelo apoio à agricultura cearense, investindo em melhorias para o órgão oficil de extensãos rural e outros benefícios por intermédio do Projeto São José e outros programas agropecuários e de cunho social.

Os demais oradores foram unânimes em reconhecer o apoio do Governo do Estado ao setor agropecuário e a outros investimentos, no meio rural, com o intuito de combater a miséria e a fome no campo.