Ematerce
29abr/110

Ematerce convoca aprovados no processo seletivo de Agente Rural.

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará - EMATERCE - convoca os candidatos aprovados no processo seletivo para o Programa Agente Rural – Bolsista FUNCAP, discriminados abaixo, para preenchimento de vagas existentes nos municípios relacionados.

A Ematerce, por intermédio do responsável estadual pelo Programa Agente Rural, presta as seguintes informações:

1. As vagas existentes serão oferecidas obedecendo a ordem de classificação do candidato aprovado conforme divulgada anteriormente no site da EMATERCE;
2. O candidato convocado será atendido com base nas vagas disponíveis e conforme necessidade da empresa;
3. O candidato convocado através do site da EMATERCE, devera comparecer dentro do prazo determinado, o não comparecimento dentro do prazo, significará a desistência do candidato;
4. Por ocasião da assinatura do termo de outorga, com a FUNCAP, o candidato assinará um termo de permanência no município lotado, por um prazo de 24 meses;
5. O candidato convocado para assumir a função de bolsista da FUNCAP. Deve apresentar cópia da carteira nacional de habilitação e documento da moto;
6. O candidato convocado não possuindo moto ou carteira nacional de habilitação, assinará um documento comprometendo-se no prazo de 60 (sessenta) dias, a partir da data de sua apresentação no município de lotação, as cópias dos documentos da moto e da habilitação;
7. O candidato convocado, no dia de sua apresentação no Centro Gerencial da EMATERCE em Fortaleza, deve trazer os seguintes documentos:
- 02 (Duas) xerox da carteira de identidade;
- 02 (Duas) xerox do C.P.F;
- 02 (Duas) xerox do Diploma ou declaração de termino de curso (técnico em agropecuária ou similar);
- 02 (Duas) xerox do curriculum vitae, anexado com comprovantes;
- 01 (Uma) xerox da carteira de habilitação;
- 01 (Uma) xerox do documento da moto.

8. A convocação obedecerá o seguinte cronograma,
- Dia 04/05/11 – Os candidatos convocados de 01 à 15;
- Dia 05/05/11 – Os candidatos convocados de 16 à 30;

9. Os candidatos somente serão atendidos, nas datas estabelecidas acima, não podendo o convocado comparecer fora de sua data determinada;
10. Não haverá prorrogação da data de convocação;
11. O candidato convocado que não aceitar nenhum Município para sua lotação, como também o não-comparecimento, na data estipulada, terá que fazer, por escrito, sua desistência. Caso contrário, terá seu nome subtraído da relação dos candidatos aprovados para o Programa Agente Rural/2011.

Os convocados deverão comparecer ao escritório Estadual da EMATERCE, em Fortaleza, situada na Avenida. Bezerra de Menezes, n° 1900, bairro São Gerardo, durante o expediente de trabalho, no horário de 8:h às 11h e das 14h às 16h.

29abr/110

Presidente da Ematerce discute em Brasília o Código Florestal

O presidente da Ematerce, Engº Agrº José Maria Pimenta, participou, recentemente, em Brasília, de audiência publica, na Câmara dos Deputados, que vem debatendo, com a sociedade, a apresentação de emendas ao Código Florestal.

A aprovação da matéria deseja tirar da ilegalidade grande maioria das propriedades rurais do país. Durante as discussões, o relator do projeto, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), defendeu a redução da área de proteção para 15 metros às margens dos rios, e sua proposta dispensa áreas de até quatro módulos fiscais (de 20 hectares a 400 hectares, dependendo do município) da exigência de ter reserva legal, segundo a versão já aprovada por comissão especial da Câmara.

Caso o Congresso Nacional vete a proposta do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que isenta os produtores da agricultura familiar de manterem a reserva legal, 37,4% dos agricultores do Ceará, que possuem áreas de até 20 hectares, serão duramente prejudicados.

O deputado defende que, para médias e grandes propriedades, permaneça a exigência de manter reservas de 80% para o Amazonas, 35% para as áreas de cerrado e de 20% para o resto do país. Com base nesses dados, realidade em quase todo o país, o deputado federal Aldo Rebelo está propondo isentar a agricultura familiar de manter áreas de reserva legal em suas propriedades. Rebelo explicou que, para a agricultura não-familiar, as regras continuam como estão hoje, isto é, permanece a exigência de que a reserva legal seja de 80% na Amazônia, 35% no cerrado e 20% para o restante das áreas.

O presidente da Ematerce e ex-secretário de agricultura, em Quixeramobim, conhecedor da realidade do semi-árido e da problemática do agricultor nordestino, defende uma legislação que não venha penalizar o homem e a mulher, que trabalham a terra em regime de economia familiar. “É de grande importância para o agricultor que o novo Código não contribua para dificultar o acesso ao crédito, necessário para alavancar a atividade produtiva, por exemplo: para a compra de ração, destinada ao rebanho bovino leiteiro, de equipamentos, como: ordenhadeira mecânica e insumos; caso as exigências ambientais venham a confirmar-se, o Ceará terá diminuída sua produção de alimentos. Com isso, realimenta o aumento de preços da cesta básica e eleva a inflação, que, neste momento, é ascendente”, concluiu Pimenta.

Por Crisanto Teixeira – Jornalista DRT 2158

29abr/110

Agricultores participam de curso sobre Sistema Produtivo de Oleaginosas

A Ematerce, escritório de Assaré, em parceria com o Instituto Agropolos, realiza, desde 27 último, com término nesta sexta-feira, o Curso Sistema Produtivo de Oleaginosas, na comunidade Lagoa de São José, destinado a 17 agricultores familiares, que cultivam mamona.

Informou Eliane Fernandes Pinto, gerente local da Ematerce, que a comunidade escolhida foi devido ao fato de existir um plantio numa área de 510, hectares de mamona. Acrescentou que participam, ainda, do curso agricultores das comunidades de Tamboril, Taboca, Barriguda e Carrancudo.

O curso tem como facilitador o agente de assistência técnica e extensão rural Armando Gois de Lima Júnior e o coordenador Jesse Filho, do Instituto Agropolos. Os treinandos recebem ensinamentos sobre tecnologias de convivência com o semi-árido. Na abertura do curso, as presenças do gerente regional da Ematerce, Francisco Gondim Lóssio da Rocha, o secretário de agricultura de Assaré, Anísio de Oliveira, a gerente local da Ematerce e o coordenador do biodiesel, Elias.

29abr/110

Capacitação de técnicos da Região Norte

A Ematerce, escritório de Massapê, realiza um treinamento sobre elaboração de projetos pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), cujo instrutor é o Engº Agrº Gerardo Nogueira.
Segundo o gerente do escritório local, Pedro Máximo Neto, o treinamento conta com a participação de extensionistas (técnicos) dos escritórios da Região Norte: Massapê, Santana do Acaraú, Sobral, Mucambo e Cariré. O treinamento faz parte de uma das prioridades da Ematerce, ou seja, capacitar seus colaboradores, para que desenvolvam ações extensionistas com eficiência e eficácia.

29abr/110

Posto da Ematerce atende 1.485 agricultores familiares

O Posto de Atendimento da Ematerce, em Ipueiras, vinculado ao escritório de Nova Russas, atendeu, neste ano de 2011, um total de 1.485 agricultores familiares, residentes no município de Ipueiras, com a distribuição de 34.040 kg de sementes de milho híbrido; 2.650 kg de feijão caupi; 2.590 kg de milho variedade; 50 m3 de manivas de mandioca; 2.200 mudas de cajueiro-anão precoce.

Informou o gerente do Posto de Atendimento, Frutuoso Amâncio de Freitas, que, a cada ano, observa-se o crescimento da área plantada, com milho híbrido, no município, sobretudo na região do sopé da Serra da Ibiapaba, onde predominam solos apropriados para a cultura, que têm atingido, em anos de quadra chuvosa normal, a produtividade-média de 3.500 kg por hectare. Neste ano, estima-se uma área plantada de 1.800 hectares somente com milho híbrido no município

29abr/110

Dia Nacional da Caatinga: Ematerce contribui com sua preservação

Transcorreu, na quinta-feira, 28, o Dia Nacional do Bioma-Caatinga. Trata-se do único bioma, exclusivamente, brasileiro. A data foi instituída por meio do Decreto Presidencial, de 20 de agosto de 2003, escolhido em homenagem ao primeiro ecólogo do Nordeste brasileiro e pioneiro em estudos da Caatinga, o professor João Vasconcelos Sobrinho.

Segundo pesquisas, o patrimônio biológico da Caatinga não é encontrado em nenhum outro lugar do mundo, além do Nordeste do Brasil. Vale salientar que, na Caatinga, existem espécies nativas, como: aroeira, amburana, juazeiro, baraúna, imbu, maniçoba, macambira, mandacaru e carnaubeira, esta considerada a árvore-símbolo do Estado do Ceará. Infelizmente, a Caatinga é o terceiro ecossistema brasileiro mais degradado.

A Ematerce tem muito a ver com a preservação da caatinga, pois usa práticas agrícolas conservacionistas, como: plantio direto, plantio em curva-de-nível, adubação verde, captação “in situ”, uso de defensivos naturais, no controle de pragas e doenças, a substituição de copas em cajueiros improdutivos, ajudando no reflorestamento, além de outras práticas agroecológicas, quando da prestação de assistência técnica e extensão rural aos agricultores familiares atendidos nos 184 municípios do Estado.

25abr/110

Abacaxi da lucros em Porteiras

Novas regras para exposição de animais

25abr/110

Assaré: Ematerce avalia área de milho híbrido com plantio direto

A Ematerce, escritório de Assaré-CE, realizou uma visita técnica, na comunidade de Taboca, situada na região de Serra de Santana, no município de Assaré, com agricultores familiares, para avaliação de uma área de 2,0 hectares, usando a prática de plantio direto, com a cultura de milho híbrido.

Segundo informou a gerente local, Francisca Eliane Fernandes Pinto, compareceram ao evento 19 agricultores familiares, representando as comunidades de Serra de Santana, Tataira, Cercada e Bonita, além de uma equipe técnica, composta pelos técnicos Armando Gois de Lima Junior, João Laéssio e José Luzimar Macário.

Afirmou, ainda, que, por ocasião da avaliação, foi discutida a importância de todas as etapas do Programa de Convivência com Semi – Árido, desde a calagem até a palhada, fatores indispensáveis para o equilíbrio do solo.

25abr/110

Presidente da Ematerce faz nova declaração ao jornalista Egídio Serpa

Mais uma vez, o presidente da Ematerce, Engº Agrº José Maria Pimenta Lima, faz apelo, em benefício do produtor rural cearense, desta feita na coluna do jornalista Egídio Serpa, no jornal Diário do Nordeste, edição de 23 de abril de 2011. Leia, na íntegra, o que nela foi divulgado:
=====================================================================
Produtor rural sofre
Um pequeno produtor rural cearense pediu ao Banco do Brasil financiamento de R$ 12 mil para comprar três equipamentos, inclusive uma ordenha mecânica. O banco exigiu a licença ambiental da Semace, que ainda não saiu. O produtor é o presidente da Ematerce, José Maria Pimenta, que lamenta: "O governador Cid enviou ao Legislativo projeto desburocratizando o licenciamento ambiental. Alguém emendou a proposta, inviabilizando-a. Uma pena".

25abr/110

Mensagem de Páscoa