Ematerce
9set/110

EMATERCE VIVE MOMENTOS DE SATISFAÇÃO COM APOIO DO GOVERNADOR CID GOMES

O vice-governador Domingos Aguiar Filho, representando o governador Cid Ferreira Gomes, entregou, ontem, 1º de setembro, à Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) 94 carros, 100 motos, 475 computadores e 206 estações de trabalho (birôs) com cadeira, na abertura da IV Feira Cearense da Agricultura Familiar, no Parque de Exposição César Cals.

Compareceram ao evento, o secretário do Desenvolvimento Agrário (SDA), Nelson Martins, o secretário adjunto Antonio Amorim, o presidente da Ematerce, José Maria Pimenta Lima, além de gerentes estaduais, regionais, locais e servidores da empresa, representantes de órgaos públicos e privados, deputados estaduais e secretários estaduais, prefeitos e vereadores de vários municípios, agricultores familiares, presidentes de sindicatos e associações e representantes de organizações públicas das esferas federal, estadual e municipal. Representando o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Jerônimo Rodrigues de Souza.

Na oportunidade, foi anunciada a contratação de 341 técnicos em agropecuária, de nível médio e superior, como bolsistas pela Fundação do Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico do Ceará (Funcap), além da abertura de 63 escritórios da Ematerce e a ampliação de 39 unidades administrativas, em 102 municípios, com investimento da ordem de R$ 4.000.000,00, (quatro milhões de reais), destinados à Ematerce, por meio de uma parceria com o Governo Federal, dando grande apoio aos que trabalham no campo.

Ao discursar o vice-governador Domingos Filho disse do importante e necessário apoio que o governador Cid Gomes vem dando ao setor agropecuário do Estado, buscando a melhoria das condições de vida do homem do campo. Destacou, ainda, a atuação da Ematerce e o seu fortalecimento com a ajuda financeira e de equipamentos de trabalho (carros, motos, computadores e estações de trabalho, ampliação dos escritórios (63), em diversos municípios, o que contribuirão para aumentar a abrangência da assistência técnica e extensão rural no Ceará.

Elogiou, ainda, Domingos Filho, a realização da IV Feira da Agricultura Familiar, na Parque de Explosição, cujos produtos estavam expostos para a comercialização e, sorrindo disse que, mesmo tendo feito redução de estômago, voltaria à feira, para comer deliciosas tapioca e rapadura. Agradeceu a presença das autoridades, dos extensionistas e dos agricultores e desculpou-se por sair, antes do término da solenidade, por ter de ir a outro compromisso.

Em sua fala, o presidente da Ematerce, José Maria Pimenta, afirmou que, há 20 anos, não se via tantas mudanças no mundo, como um negro ser presidente da maior nação do universo, os Estados Unidos; o Brasil eleger uma mulher para presidente da República; um operário ser presidente do Brasil por oito anos consecutivos (Lula); e o setor agropecuário do Estado receber muitas benfeitorias. Pimenta, aproveitando a presença do vice-governador, solicitou-lhe que falasse com o governador Cid Gomes, para abrir concurso público, com vistas à contratação de técnicos de nível superior, para seu quadro de efetivos, pois "os de cabelos brancos" repassariam aos novos contratados o "Know- How", na lígua Inglesa, com o mesmo significado, em francês, "Savoir Faire", de longos anos de experiências na Extensão Rural. "Concurso Público é importante e indispensável para a admissão efetiva de servidores novos", enfatizou.

Em seguida, frisou: "Hoje, neste ambiente festivo, temos uma prova inconteste apoio e ajuda financeira do governador Cid Gomes à Ematerce e aos agricultores familiares do Estado, que contribuirão para aumentar a produção e a produtividade, no setor agrícola, nos 184 municípios, atendidos pelo Serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce).

Entusiasmado e sensibilizado pelo apoio do Governo do Estado, disse que o fortalecimento da Ematerce deve-se, também, ao empenho do secretário Nelson Martins, por sinal, um colega de profissão, conhecedor dos problemas rurais e que não mede esforços, para auxiliar no combate à fome e à miséria, no campo, buscando, por intermédio de sua pasta e das vinculadas, proporcionar melhores condições de vida, no meio rural, especificamente no setor agropecuário.

Por último, o dirigente da Ematerce acrescentou:“Neste Governo, somente temos elogios a fazer, pois é notório o fortalecimento da Ematerce, graças ao indispensável apoio do governador Cid Gomes e do secretário Nelson Martins, sem falar das parcerias com os Ministérios do Desenvolvimento Agrário( MDA), da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa), prefeituras municipais e de outras organizações públicas e privadas. Em nome dos dirigentes e servidores, os sinceros agradecimentos e o reconhecimento pelo muito que vêm fazendo pela empresa e pelos agricultores familiares”, enfatizou Pimenta.

Com a palavra, o representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Jerônimo Rodrigues de Souza, declarou sentir-se honrado em ter vindo a Fortaleza, como representante do Ministro do MDA, Afonso Florence, parabenizou dirigentes e extensionistas e, em especial, o Governo do Estado, pelo apoio à agricultura cearense, investindo em melhorias para o órgão oficil de extensãos rural e outros benefícios por intermédio do Projeto São José e outros programas agropecuários e de cunho social.

Os demais oradores foram unânimes em reconhecer o apoio do Governo do Estado ao setor agropecuário e a outros investimentos, no meio rural, com o intuito de combater a miséria e a fome no campo.

2set/110

Banabuiú: Ematerce apóia produção de Leite de Cabra

A Comunidade rural de Lagoa da Serra, distante 12 km da sede do município de Banabuiú, no Sertão-Central, Estado do Ceará, recebeu, na quarta-feira, 31 de agosto, seu Centro Comunitário de Produção e Resfriamento de Leite de Cabra. O equipamento de nº 44, inaugurado em clima festivo, foi adquirido, por meio do convênio 396/07, firmado com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. O programa conta com a parceria do Governo do Estado por intermédio da SDA – Secretaria do Desenvolvimento Agrário, Ematerce, Agropolo, Adagri, além da prefeitura municipal e os criadores de cabra.

O centro de apoio à produção passou a contar com um tanque de resfriamento, com capacidade para armazenar até 1.500 litros de leite de cabra, mais os kits de higienização de ordenha, que foram entregues aos 41 produtores, que formam o grupo de produção. De acordo com o presidente da Associação, Beto Macário, a produção, hoje, que é de 2.500 litros de leite por semana, deve aumentar com os incentivos recebidos e as parcerias construídas, no Programa Fome Zero. “O apoio à comercialização é de grande importância para a classe produtora, estamos vendendo o litro de leite a R$ 1,20 (Um real e vinte centavos), o preço está bom, porém, necessitamos de incentivo para a compra da ração, para alimentar o rebanho”, reivindicou o Beto Macário. (Na foto, sentido horário, o presidente José Maria Pimenta, o deputado estadual Hermínio Resende e o diretor administrativo e financeiro Maximiliano Quintino).

Participaram da solenidade, além de criadores dos municípios de Banabuiú, Quixadá, Quixeramobim, Jaguaretama e Piquet Carneiro, a Coordenadora Nacional do PA Leite – Fome Zero - Zorilda Gomes Araújo, Secretário do Desenvolvimento Agrário Nelson Martins, Prefeito de Banabuiu Veridiano Sales, Presidente da Ematerce José Maria Pimenta, que esteve acompanhado do diretor administrativo e financeiro Maximiliano Quintino, Presidente da Comissão de Agropecuária da (AL), Deputado Hermínio Rezende, Gerente do Banco do Nordeste, Agência Quixadá, José Aires, empresário, de Quixeramobim, João Rodrigues, responsável pelo beneficiamento e distribuição do leite de cabra, técnicos e extensionistas, dentre outros.

Ao fazer uso da palavra, o presidente da Ematerce, Engrº Agrº José Maria Pimenta, destacou a presença governamental, como fonte de incentivo ao caprinocultor, eliminando o atravessador e pagando preço justo, sendo, dessa forma, o maior incentivador desse grande negócio, ora iniciado no Sertão-Central. (Crisanto Teixeira – Jornalista lotado no Escritório Regional da Ematerce em Quixeramobim-CE). (Autoridades e agricultores prestigiaram a solenidade).

2set/110

Cascavel: Ematerce apresenta resultados das ações extensionistas na Câmara Municipal

A Ematerce, por intermédio de seu escritório de Cascavel-CE, apresentou, na noite de segunda-feira última, 29, na Câmara Municipal de Cascavel, na sessão Tribuna Popular, os resultados das ações extensionistas, voltadas para a melhoria das condições de vida dos agricultores familiares, atendidos pela empresa, nos anos de 2009 e 2010.

Segundo informou o gerente local da Ematerce, Médico Veterinário Eduardo José Ferreira dos Santos, ao evento compareceram nove dos dez vereadores, daquele município, além das presenças do diretor técnico e do gerente regional Metropolitano, Engºs Agrºs Walmir Severo Magalhães e Elderi Pimenta respectivamente. Ressalte-se, ainda, a participação de outras autoridades locais e o público que lotou as dependências da Câmara de Vereadores.

A missão de detalhar a atuação da Ematerce, na sua área de abrangência, coube ao gerente Eduardo Santos, por sinal, bastante aplaudido, após as informações prestadas às autoridades e à platéia. Fizeram, ainda, explanações a extensionista social da Ematerce local, Joana d' Arc, que abordou a importância do Turismo Rural na Agricultura Familiar, não somente como divulgação do que produzem, mas também mais uma fonte alternativa de renda. Já o Engº Agrº Joaquim Fernandes reportou-se às culturas de maior projeção econômica e social, no município, ou seja, o cultivo de caju e a mandioca.

Os presentes tiveram, ainda, a oportunidade de conhecer programas, como: o Garantia Safra, Emissão de DAP's (Declaração de Aptidão), Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa, Emissão de GTA's, (Guias de Transporte de Animais), Distribuição de Mudas e Sementes do Programa Hora de Plantar, Pronaf B, Pronaf Mais Alimentos, Pronaf Semiárido, dentre outros. Executados pela empresa.

Na oportunidade – enfatizou o gerente local da Ematerce - os vereadores elogiaram a iniciativa da empresa e destacaram os benefícios trazidos para o município, que ajudam os agricultores familiares a melhorarem suas condições de vida, sem falar da geração de empregos e da distribuição de renda, mediante a venda dos produtos originários da Agricultura Familiar.

2set/110

Picos: Ematerce e Embrapa-CNPAT discutem cadeia produtiva do caju

O especialista em Cajucultura, no âmbito da Ematerce, Engº Agrº Egberto Targino Bomfim, lotado no escritório estadual, participa, com equipe da Embrapa/CNPAT, de 31 de agosto a 2 de setembro de 2011, na cidade de Picos-PI, de uma reunião sobre a cadeia produtiva do caju, com foco no seu processamento, com vistas a reduzir perdas de pedúnculos.

Segundo Bomfim, é importante que se oriente os cajucultores a melhor aproveitarem o denominado pseudofruto, não somente consumido “in natura”, mas também usá-lo para a fabricação de sucos, doces, geléias, cajuína, mel, vinho e tantas outras iguarias. Lembrou, ainda, que o interesse maior dos produtores de caju é na venda da castanha, esta como matéria-prima de destaque na pauta das exportações no Estado do Ceará. Informou, também, ser o Ceará o maior produtor de castanha de caju no Brasil.

Sobre o encontro em Picos-PI, afirmou ser uma oportunidade ímpar, pois a troca de experiências teóricas e práticas, além de enriquecer os conhecimentos dos especialistas, acerca da cajucultura, contribui para o aperfeiçoamento das atividades, referentes ao cultivo racional dos cajueirais e ao aproveitamento do pedúnculo (pseudofruto).

2set/110

Petrolina: extensionistas da Ematerce participam de intercâmbio técnico.

Um grupo de 20 (vinte) extensionistas da Ematerce, de várias regiões do Estado do Ceará, participou do Intercâmbio Técnico de Agroecologia, na Unidade da Embrapa-Semiárido, em Petrolina-PE, no período de 22 a 25 de Agosto de 2011.

Segundo informou Maria José Alves de Frei tas Oliveira, articuladora de Agroecologia da Ematerce, esse Intercâmbio foi organizado pela Rede Temática de Agroecologia e teve como objetivo proporcionar a troca de experiências, sobre tecnologias agropecuárias de base ecológica para a Agricultura Familiar.

Além de visitas às comunidades rurais, objeto das pesquisas, os extensionistas participaram do Semiárido Show 2011, que é a Feira de Tecnologias Agrícolas para o Desenvolvimento Sustentável da Agricultura Familiar no Semiárido, realizada pela Embrapa Semiárido. Disse mais que esse intercâmbio teve grande importância, na construção do conhecimento agroecológico dos extensionistas, proporcionando a oportunidade de conhecerem tecnologias que podem ser aplicadas nos sistemas de produção da Agricultura Familiar no Estado do Ceará.

2set/110

IV Feira Cearense da Agricultura Familiar

Começa, nesta quinta-feira (1º), a IV Feira Cearense da Agricultura Familiar (FECEAF) no Parque de Exposição César Cals. Durante a abertura, às 17 horas, o governador Cid Gomes entregará mais de R$ 4 milhões em investimentos para ampliação da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) no Ceará. Além disso, serão assinados 63 convênios para abertura de novos escritórios da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce), com a entrega de equipamentos, totalizando mais de R$ 44 milhões, sendo R$ 22 milhões do Tesouro do Estado e o mesmo valor oriundo do Governo Federal. Pelo projeto de ampliação da Ater, estão em processo de contratação 341 técnicos (78 Nível superior e 263 nível médio) no Ceará.

O Pacto Federativo pretende expandir a assistência aos agricultores familiares. Por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), em parceira com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), serão entregues 94 carros, 100 motos, 475 computadores e 206 estações de trabalho com cadeira. A assinatura dos convênios permitirá a instalação de novas unidades da Ematerce e a ampliação de 39 escritórios, nos 102 municípios que compõem os seis Territórios da Cidadania. Para isso, o projeto viabiliza a contratação de pessoal, a formação para técnicos, a aquisição de máquinas, equipamentos e veículos.

FECEAF

Após a abertura, a feira segue até o dia 04 de setembro. Será um momento de exposição e comercialização dos produtos da Agricultura Familiar, desde artesanatos, frutas, legumes, mel, castanha de caju, feijão, e muitos outros. Além da já tão conhecida e apreciada casa de farinha, onde é possível comprar farinha, goma e tapioca feita na hora, e do engenho de cana onde é possível acompanhar todo o processo de produção da rapadura e da garapa.

Terá também a fazendinha, o pesque-pague, a bodega, os animais de pequeno porte (ovinos e caprinos), além de bovinos, peixes e aves caipiras. Haverá ainda espaço para capacitação, oficinas e seminários. Além de várias apresentações culturais, como maracatus, quadrilhas, cortejos, forró pé de serra, e grandes atrações como: Banda Forró Pesado e Diassis Martins. Participam da IV FECEAF, 300 feirantes, além de 120 pessoas que participarão de cursos e oficinas. Ela é promovida pela FETRAECE - Federação dos Trabalhadores/as na Agricultura no Estado do Ceará e pela SDA, com apoio de instituições públicas e privadas.

Serviços
Abertura da IV FECEAF e entrega de equipamentos do Pacto Federativo
Data: 01/09/2011 - quinta-feira
Horário: 17 horas
Local: Parque de Exposição César Cals
Mais Informações
Luiz Carlos- Secretário de Politica Agrícola da Fetraece
Contato: 3231.5887/9973.0772/99760803

2set/110

Tamboril: Câmara Municipal faz moção de congratulação à Ematerce

A Câmara Municipal de Tamboril, solicitada pelo vereador Venceslau Torres Costa, fez uma Moção de Congratulação, no dia 22 de agosto de 2011, à Ematerce, escritório local de Tamboril, pelo brilhante desempenho da empresa, naquele município, devido aos resultados satisfatórios da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa de 2011.

Na mensagem, endereçada ao gerente da Ematerce, Josafá Torquato de Araújo, o presidente da Câmara dos Vereadores, Pedro Calisto da Silva, parabeniza os extensionistas pelo destaque em ter alcançado o primeiro lugar, na citada campanha, na Região dos Inhamuns.

Ao tomar conhecimento da distinção, o presidente da Ematerce, José Maria Pimenta, agradeceu ao vereador Venceslau Torres Costa o seu reconhecimento às ações extensionistas, naquele município, e disse ser motivo de satisfação e orgulho para quantos fazem a extensão rural no Ceará, além de ser um incentivo, para se continuar a filosofia de servir bem aos agricultores, razão de ser do funcionamento da Ematerce.

2set/110

Alto Santo: Ematerce realiza oficina sobre metodologias participativas

Realizou-se, no período de 16 a 18 de agosto de 2011, na Câmara Municipal de Alto Santo-CE, uma Oficina sobre Metodologias participativas, cuja Rede Temática é articulada pelo Engº Agrº José Roberto Ribeiro Vieira, lotado no escritório estadual da Ematerce.

Segundo o gerente local da empresa, Bento Araújo de Sousa, foram alcançados os objetivos propostos e os facilitadores, técnicos da equipe local e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alto Santo, mereceram elogios dos participantes pela exposição e clareza dos assuntos abordados no decorrer da oficina.

23ago/110

Ematerce regional Norte capacita agricultores familiares

O escritório regional da Ematerce, na Zona Norte do Estado, iniciou, no dia 22 de agosto de 2011, a capacitação de 20 Agentes de Extensão Rural da Rede Temática: fortalecimento da agricultura familiar na cadeia produtiva do leite. Estão participando técnicos lotados nos municípios de Alcântaras, Cariré, Forquilha, Groaíras, Massapê, Mucambo, Santana do Acaraú, Senador Sá, Sobral e Varjota.

Segundo o gerente regional da Ematerce, Engº Agrº Francisco Jader de Albuquerque, o objetivo da capacitação é dotar todos os técnicos da região de conhecimentos necessários e suficientes à modernização da bovinocultura leiteira de agricultores de base familiar. A capacitação está sendo desenvolvida pelos Zootecnistas José Almir Ferreira Gomes e Bruno Stéfano Miranda Valente. Os treinandos receberão ensinamentos teóricos e práticos durante toda esta semana.

23ago/110

Técnicos da Ematerce fazem intercâmbio em Minas Gerais

Francisco Amairton Rodrigues, Adonias Sobreira e Marluce Sobreira, estiveram em Minas Gerais de 16 a 20 de agosto, para conhecer o trabalho de extensão rural da Emater-MG, modelo no país em gestão e desenvolvimento sustentável para a agricultura. Equipes técnicas de várias empresas ligadas à agricultura e extensão rural, de âmbito nacional e internacional, já estiveram na Emater Minas para conhecer projetos desenvolvidos no Estado, como crédito rural, metodologia, meio ambiente e outros.

Os coordenadores técnicos da Emater-MG Ademar Pires, Edina Gomes (Unidade Central) e Cláudio Viana (Várzea da Palma) acompanharam a equipe que conheceu projetos das unidades regionais de Belo Horizonte e Sete Lagoas (Brumadinho, Nova União e Capim Branco) em experiências de comercialização e organização de produtores. Na Agriminas, que acontece de 18 a 21 de agosto, eles conheceram todo o processo de comercialização de várias regiões do Estado.

Francisco Amairton, articulador da visita dos técnicos do Ceará, disse que a escolha da Emater Minas é por ser a Empresa referência nacional em trabalhos de extensão rural e desenvolvimento sustentável. “A experiência de Minas, em agrindústrias, a organização de agricultores para formação de associações para beneficiamento, agregando valor ao produto, chamou a atenção pela metodologia empregada: parceria com o executivo municipal para disponibilizar espaço e infraestrutura”, explica.

É importante também salientar “que a entrada nas chamadas públicas, com os produtores organizados em associação para a venda de seus produtos, despertou o interesse de outros municípios, além da disponibilização de crédito Pronaf, investimento que ajuda a reduzir custos na produção e ou beneficiamento”, ressalta Amairton.

Segundo Ademar Pires, da Unidade Central, os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer todo o modelo de apoio e assistência aos produtores rurais no Estado, identificando as áreas para replicação no seu estado. “Esta visita”, segundo Ademar, “é importante para a Emater Minas porque aumenta a responsabilidade dos profissionais responsáveis, mostrando a necessidade de se aperfeiçoarem cada vez mais”.

A Emater tem usado o programa de Alimentação Escolar para orientar os produtores sobre a comercialização e o acesso de seus produtos ao mercado, segundo Ademar. Uma vez atendidas as diversas áreas do programa, como logística, oferta regular, produtos adequados sanitariamente, acompanhamento de questões fiscais e tributárias, além de custos de produção, “acreditamos que os produtores estarão aptos a participar dos mercados locais e do Estado e, especialmente, os pequenos municípios que poderão promover um processo de abastecimento com produtos de qualidade e de fácil rastreabilidade”, diz o coordenador, “dando oportunidade ao consumidor de saber quem produziu o alimento que estão consumindo”, destaca. (Assessoria de Comunicação da Emater-MG jornalista: Edna Souza)