Contatos

Acesso Rápido

O que você precisa?

Telefones Úteis

Redes Sociais

BLOG Twitter
Home Noticias Lista de notícias Dia de Campo sobre Mandala bate recorde com mais de 600 visitantes
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
 
Dia de Campo sobre Mandala bate recorde com mais de 600 visitantes
Seg, 28 de Agosto de 2017 00:00

O tradicional Dia de Campo, encontro promovido pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) através da Ematerce (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará), marcou nesta quarta-feira (23), o recorde de público presente para intercâmbio de experiências entre técnicos e produtores rurais sobre processos produtivos, reserva alimentar animal entre outros.

 

alt

Diretores da Ematerce e técnicos da SDA presentes no dia de campo sobre produção em

mandala.

 

Apresentar uma experiência produtiva agroecológica de nove anos, que hoje é modelo para todo o estado do Ceará e Brasil. O projeto da Mandalla, na Fazenda Luar do Sertão, propriedade do agricultor Antônio José Rodrigues (Braguinha), 47 anos, município de Quiterianópolis (Sertão dos Inhamuns), foi conhecida na manhã desta quarta-feira (23) por dezenas de estudantes agrotécnicos, agrônomos, professores, produtores e convidados de 19 municípios.

 

Somente do Instituto Técnico Federal (IFCE), do vizinho município Tauá, cerca de 170 estudantes dos cursos técnico agrícola e agronegócio prestigiaram o encontro, que contou com a presença do presidente e diretor técnico da Ematerce, respectivamente, Antônio Amorim e Itamar Lemos, secretários de agricultura, José Ximenes, coordenador do Projeto Mandalla e convidados.  

 

“A Mandalla do agricultor Braguinha representa uma família que venceu esses obstáculos na área de produção e comercialização, uma verdadeira unidade de produção familiar. Nos deixa extremamente confortável por ter o acompanhamento da Ematerce e a humildade dos nossos técnicos, que foram fundamentais para o aprendizado da família e vice-versa e toda uma afinidade e sintonia que aconteceu durante o trabalho”, explica Antônio Amorim.

 

Numa das estações onde são apresentadas todas as fases do processo produtivo da mandala, técnica de manejo e plantio orgânicos que obtém resultados diversificados de produtos como limão, cenoura, coco, coentro, mamão e criação de peixes, estudantes puderam ter contato com todo o processo de escolha do terreno, sementes, uso e manejo do solo e inseticidas orgânicos, diversificação e alternância de culturas e comercialização dos produtos.

 

alt
 Mandala na fazenda Luar do Sertão,em Quiterianópolis - CE

 

Experiência

 

Para o estudante técnico em agronegócio do IFCE Cristian Melo, 17 anos, o Dia de Campo é importante porque foca muito no processo produtivo, na experiência dos agricultores, as dificuldades, os desafios. “Isso ajuda bastante na hora de escolher um caminho profissional e minha intenção é atuar no campo realmente, no trato com os animais, produção agrícola”, disse o estudante.

 

Para o técnico e coordenador do Projeto Mandalla José Ximenes, é fundamental destacar que o projeto se utiliza dos recursos e insumos que a propriedade dispõe, permitindo uma produção de baixo custo, garantindo a entrada no mercado de forma sustentável. “Dessa forma, temos a diversidade de produção, enfatizando a questão de vitaminas, sais minerais, proteínas e carboidratos de qualidade e sem o uso de agrotóxico”, esclarece Ximenes. Ele foi um dos principais responsáveis pela experiência da Mandalla na Fazenda Luar do Sertão, uma das mais antigas do Ceará. Atualmente, são 419 mandallas em todo o estado.

 

Hoje, a produção da fazenda-modelo vai para o projeto como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Pnae (Programa Nacional de Alimentação Escolar), comercializado em feiras livres de, pelo menos, três municípios, outros produtores e atravessadores.

 

Para o presidente da Ematerce já existe uma ação certa de venda dos produtos nos mercados institucionais e o mercado local, além da convivência com pessoas que não produzem mas comercializam os produtos no caso dos atravessadores. “Hoje, essa realidade mudou e muitos não entendem. Há uma diversidade de mercado e entre eles está o atravessador, que não é mais o único comprador. É uma situação econômica extremamente diferente de alguns anos atrás; existe uma transparência comercial”, argumenta Amorim.

 

 alt

Mandala com consórcio peixe/pato,na fazenda Luar do Sertão,em Quiterinópolis-CE

Mercado

 

No estudo apresentado na fazenda, Braguinha, os dois filhos e a esposa conseguiram um retorno comercial no valor de R$20mil no período de cinco meses depois de um investimento de R$8mil. Para o filho do agricultor Braguinha e técnico agrícola Francisco Henrique Gonçalves, 24 anos, as vantagens do processo produtivo da Mandalla são bons, mas é preciso ter paciência e muito controle do que está se fazendo.

 

“O manuseio do solo contra as pragas, por exemplo, precisa ter um cuidado específico. Só o uso da urina bovina, por exemplo, não e garantia de sucesso. É preciso alternar com outras ações para que a praga não crie um hábito naquela cultura e contra aquele defensivo”, explica Henrique, que acompanha o pai desde o começo da Mandalla, em 2008 e responsável, também, pela comercialização dos produtos dos 1,9 hectares da fazenda. A agregação das famílias, segundo especialistas e estudiosos do projeto, é decisiva para o seu êxito, por participarem de uma verdadeira cadeia produtiva pai, mãe, filhos, sobrinhos, netos etc.

 

Outro ponto positivo do projeto é que na época de contratação de mão de obra, chega-se a pagar a diária no valor de R$60,00 enquanto a média na região não passa de R$35,00. “Além de todos esses fundamentos imprescindíveis para o sucesso do projeto, a Mandalla ainda contribui decisivamente para o melhoramento ambiental, produzindo até 10 vezes mais do que numa área de sequeiro, evitando o desmatamento e a qualidade do solo”, defende José Ximenes.  



Assessoria de Comunicação Ematerce

Aécio Santiago - Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Antonio José - Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Edilmo Gurgel - Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

(85) 3217.7872

 

Última atualização ( Seg, 28 de Agosto de 2017 09:12 )
 

Serviços

Agenda - Setembro 2017

Do Se Te Qu Qu Se Sa
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará - Av. Bezerra de Menezes, 1900. - São Gerardo - Fortaleza/CE

Ver no mapa Fone: (85) 3101.2416 - Fax: (85) 3101.2429

Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados © 2010